Bragança e Itapira pretendem oficializar interesse pelo Circuito das Águas Paulista

circuito das águas paulista

O presidente do Consórcio Circuito das Águas Paulista, o prefeito de Monte Alegre do Sul, Edson Rodrigo (DEM), confirmou na tarde desta terça-feira (27) que recebeu o pedido oficial das cidades de Bragança Paulista e Itapira para fazerem parte da região turística. No caso de Itapira, o prefeito Toninho Bellini (PSD) entregou pessoalmente o ofício em visita a Monte Alegre do Sul. 

Desde do ano passado, Itapira pleiteia integrar o Circuito das Águas, mas a pandemia da covid-19 e as eleições municpais “esfriaram” o processo, que foi retomado e ganhou força nas últimas semanas. 

Atualmente o polo turístico é formado por nove municípios Águas de Lindoia, Amparo, Holambra, Jaguariúna, Lindoia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro.

Foto: Foto: Divulgação/Consorcio Circuito das Águas Paulista

Veja mais… Fonte: https://www.acidadeon.com/circuitodasaguas/cotidiano/cidades/NOT,0,0,1640494,braganca-e-itapira-oficializam-interesse-pelo-circuito-das-aguas.aspx

Comércio varejista em Jundiaí e região fatura R$ 3,1 bi em junho, incluindo Águas de Lindoia

Comércio varejista em Jundiaí e região fatura R$ 3,1 bi em junho, incluindo Águas de Lindoia

O comércio varejista na Região de Jundiaí faturou R$ 3,19 bilhões em junho, alta de 3,9% em relação ao mesmo período de 2017. O levantamento foi feito pelo Sincomercio Jundiaí e FecomercioSP, e compreende a área da Delegacia Regional Tributária – composta por 36 municípios da Região – com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-SP).
É a maior cifra para um mês de junho desde 2008. Entre os segmentos que se destacaram e tiveram alta estão o de supermercados (4,4%). Para Edison Maltoni, presidente do Sincomercio Jundiaí, os dados de junho são positivos e a expectativa de balanço para o primeiro semestre, já que o levantamento ainda não foi consolidado, é fechar de forma otimista no segmento.
No Estado, as vendas do comércio varejista atingiram R$ 53,6 bilhões em julho, alta real de 3,5% em comparação ao mesmo período de 2017. Dessa forma, o faturamento real do setor registrou elevações de 5,7% no ano.
Das atividades pesquisadas, sete mostraram aumento em seu faturamento real em relação a junho do ano passado, com destaque para o grupo outras atividades (6,1%) – em que predomina o varejo de combustíveis -, e eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (10,5%). Somadas, essas altas contribuíram para o resultado geral com 2 pontos percentuais. O único segmento a apresentar retração foi o de concessionárias de veículos (-3,9%), resultando em uma pressão negativa de 0,5 ponto porcentual, enquanto autopeças e acessórios apontou estabilidade.
A Delegacia Regional Tributária compreende os municípios de Águas de Lindoia, Amparo, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Campo Limpo Paulista, Conchal, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Holambra, Itapira, Itatiba, Itupeva, Jaguariúna, Jarinu, Joanópolis, Jundiaí, Lindoia, Louveira, Mogi Mirim, Mogi Guaçu, Monte Alegre do Sul, Morungaba, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pedreira, Pinhalzinho, Piracaia, Santo Antônio da Posse, Santo Antônio do Jardim, Serra Negra, Socorro, Tuiuti, Vargem, Várzea Paulista e Vinhedo.
Entre as atividades pesquisadas estão autopeças e acessórios, concessionárias de veículos, farmácias e perfumarias, lojas de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos, lojas de móveis e decoração, lojas de vestuário, tecidos e calçados, materiais de construção e supermercados.
Fonte: Portal JJ: http://www.jj.com.br/capa-do-dia/comercio-varejista-em-jundiai-e-regiao-fatura-r-31-bi-em-junho/

Águas de Lindoia é citada como uma das cidades da região de Campinas a contribuir com a retomada de empregos

Após série negativa, indústria na região de Campinas volta a gerar empregos e alcança 2º melhor resultado do ano, diz Ciesp

pós registrar cortes de 1,7 mil vagas de emprego em dois meses, a indústria na região de Campinas (SP) encerrou julho com a recuperação de 1,1 mil oportunidades, segundo o Centro das Indústrias do estado de São Paulo (Ciesp). O saldo acumulado desde janeiro é de 2,5 mil postos.
O levantamento indica que o resultado foi influenciado por resultados positivos nas áreas de produtos alimentícios (2,3%), produtos de borracha e de material plástico (2%), máquinas e equipamentos (1,1%), além de produtos minerais não-metálicos (1,6%).
O resultado é o segundo melhor do ano – superado apenas em janeiro, quando foram abertos 1.550 postos de trabalho.
Ao todo, são considerados na pesquisa os dados de quase 500 empresas associadas em Águas de Lindóia (SP), Amparo (SP), Artur Nogueira (SP), Conchal (SP), Estiva Gerbi (SP), Holambra (SP), Hortolândia (SP), Itapira (SP), Jaguariúna (SP), Lindóia (SP), Mogi Guaçu (SP), Mogi Mirim (SP), Paulínia (SP), Pedreira (SP), Santo Antônio de Posse (SP), Serra Negra (SP), Sumaré (SP) e Valinhos (SP).
Fonte: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/concursos-e-emprego/noticia/2018/08/18/apos-serie-negativa-industria-na-regiao-de-campinas-volta-a-gerar-empregos-e-alcanca-2o-melhor-resultado-do-ano-diz-ciesp.ghtml
Foto: Luciano Calariori, G1

Circuito das Águas projeta temporada mais atrativa para as famílias, com previsão de inverno ameno.

Com previsão de inverno ameno, Circuito das Águas projeta temporada mais atrativa para as famílias

Com previsão de inverno ameno, Circuito das Águas projeta temporada mais atrativa para as famílias

Projeção do Cepagri indica estação com mínimas de 9ºC e pouca chuva. Polo turístico destaca que condição climática favorece viagens com crianças. Estâncias esperam 2,5 milhões de turistas até julho.

Por Ivan Lopes, G1 Campinas e região, 22/06/2018 08h23 – Foto: Andreia Pereira

Com previsão de um inverno com temperaturas amenas e pouca chuva, o Circuito das Águas Paulista projeta uma temporada favorável às famílias neste ano. São esperados 2,5 milhões de turistas visitem as nove cidades que compõem o polo turístico entre junho e julho. De acordo com o Cepagri, da Unicamp, as projeções são de uma estação dentro da normalidade, sem frio extremo, com mínimas de até 9ºC.
“O clima ameno favorece as viagens, principalmente com crianças, e os passeios pelos pontos turísticos das cidades, que estão bem preparadas para receber as famílias. Não é todo mundo que aprecia um frio rigoroso”, destaca Edson Rodrigo, presidente do Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento do Polo Turístico.
Veja mais: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/circuito-inverno-das-aguas/noticia/com-previsao-de-inverno-ameno-circuito-das-aguas-projeta-temporada-mais-atrativa-para-as-familias.ghtml

Circuito das Águas Paulista prevê 2,5 milhões de turistas nas férias de julho de 2018

Balneário de Águas de Lindoia, uma das atrações da região para os turistas durante o inverno e férias de julho de 2018

Consórcio Intermunicipal do Polo Turístico aposta que situação econômica do país favoreça turismo regional durante o inverno deste ano.

Otimismo é a palavra que move a expectativa de quem aposta no turismo no Circuito das Águas Paulista. Mesmo que do outro lado da balança pesem a crise econômica e o desemprego, o polo turístico tem argumentos para sustentar ao menos a mesma previsão de 2017: a de 2,5 milhões de pessoas em trânsito pela região no período de inverno e das férias escolares.
Assim, Águas de Lindoia (SP), Amparo (SP), Holambra (SP), Jaguariúna (SP), Lindoia (SP), Monte Alegre do Sul (SP), Pedreira (SP), Serra Negra (SP) e Socorro (SP), as nove estâncias e cidades que formam o Circuito das Águas Paulista, se preparam para receber os turistas.

Veja mais: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/circuito-inverno-das-aguas/noticia/circuito-das-aguas-paulista-preve-25-milhoes-de-turistas-nas-ferias-de-julho.ghtml
Por Ivan Lopes, G1 Campinas e região | 15/06/2018 11h50 Atualizado 15/06/2018 11h50