Águas de Lindoia ganha ônibus escolar com dispositivo de acessibilidade, do FNDE.

ônibus escolares cidades Região Metropolitana de Campinas

A compra faz parte do Programa Caminho da Escola, criado pelo Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação.
O Governo do Estado de São Paulo entregou 12 ônibus escolares para cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC), das quais Águas de Lindoia, no total foram 180 ônibus para todo o estado. Ao todo serão beneficiados estudantes de 140 municípios paulistas.

Foram contempladas as cidades de; Americana (3), Engenheiro Coelho (1), Indaiatuba (2), Morungaba (1), Nova Odessa (1), Pedreira (1), Santa Bárbara D’Oeste (2) e Santo Antônio de Posse (1), Águas de Lindóia (1), Atibaia (2), Bragança Paulista (1), Charqueada (1), Cordeirópolis (1), Elias Fausto (1), Iracemápolis (2), Jarinu (1), Joanópolis (1), Pedra Bela (1), Piracaia (1), Porto Ferreira (1), Serra Negra (1), Socorro (1) e Vargem (1).
Acessibilidade: Os veículos possuem características que permitem circulação tanto em zonas urbanas, quanto em zonas rurais, passando por vias sem pavimentação, terrenos acidentados e irregulares, sob condições severas de operação. Eles comportam até 44 estudantes sentados. Os ônibus também estão equipados com dispositivo de acessibilidade. Uma poltrona móvel, que pode ser deslocada, garante o embarque e desembarque dos estudantes com deficiência ou mobilidade reduzida.
Com 180 novos ônibus disponibilizados para 144 municípios paulistas, o Programa Caminho da Escola reuniu o vice-governador, Rodrigo Garcia, o secretário da Educação do Estado de São Paulo, Rossieli Soares, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o deputado estadual, Carlão Pignatari e demais deputados, prefeitos, vereadores e lideranças em cerimônia realizada na manhã desta segunda-feira (7), no Parque Villa Labos, em São Paulo.

Fontes: https://portaldarmc.com.br/noticias-da-regiao/2019/10/onibus-escolares-para-cidades-da-regiao-de-campinas/
http://www.regiaonoroeste.com/portal/materias.php?id=212690

Governo do Estado libera R$ 360 milhões para turismo paulista

Governo do Estado de São Paulo libera R$ 360 milhões para turismo paulista
Seg, 25/02/2019 – 13h32 | Do Portal do Governo
http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/governo-do-estado-libera-r-360-milhoes-para-turismo-paulista/
O Governador João Doria liberou, na última sexta-feira (22), R$ 360 milhões para as Estâncias Turísticas de São Paulo. Estes recursos contribuirão de forma significativa, segundo o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para que obras e programas vinculados ao desenvolvimento do turismo possam ser concluídos nas 70 cidades reconhecidas como estâncias no Estado.
“Acelerar o ritmo das ações governamentais é um objetivo da gestão Doria. Antes mesmo de completarmos dois meses de governo, propiciamos condições para que nossas cidades possam desenvolver suas ações de turismo e, assim, beneficiar a população, tanto aquela que trabalha e vive do setor, como a que viaja para nossas estâncias em busca de lazer e atividades culturais”, disse Vinholi.
“O Governo está colocando a casa em ordem”, afirmou o Secretário de Turismo, Vinícius Lummertz. “Este é o padrão do atual administração: cumprir integralmente o que foi acordado com os prefeitos”, acrescentou.
No último dia 8, as Secretarias de Turismo e Desenvolvimento Regional uniram esforços para viabilizar a retomada de obras conveniadas até 2017 e que tiveram empenhos cancelados. Na mesma reunião, secretários estaduais, prefeitos e representantes de associações do setor também discutiram o Decreto 64.067/2019, que cancelou 176 convênios de infraestrutura turística firmados em 2018, na gestão anterior, sem reserva orçamentária prevista em lei.
Lummertz e Vinholi apresentaram aos prefeitos das estâncias e MITs (Municípios de Interesse Turístico) proposta para garantir os recursos aos municípios. A solução foi usar a verba do orçamento de 2019 para o pagamento de obras e serviços pendentes. Com o acordo aprovado na reunião, a estância de Ibirá saiu à frente.
Famosa por suas fontes de água mineral, Ibirá foi a primeira cidade beneficiada pela nova proposta da gestão Doria aos municípios turísticos. A prefeitura apresentou projeto para ampliação do Complexo Aquático da cidade e, após a reforma, a expectativa é que Ibirá passe a receber oito mil visitantes por mês.
As propostas reapresentadas pelas prefeituras já estão sendo recebidas e analisadas pelo Governo de São Paulo a partir de critérios técnicos e orçamentários.
Abaixo, a relação das 70 estâncias beneficiadas, com seus respectivos valores, publicada nesta sexta (22), no Diário Oficial de São Paulo:
Águas da Prata – R$ 2.679.533,71
Águas de Lindoia – R$ 3.383.163,75
Águas de Santa Bárbara – R$ 2.868.631,10
Águas de São Pedro – R$ 2.762.970,24
Amparo – R$ 4.253.368,56
Analândia – R$ 2.652.033,86
Aparecida – R$ 3.242.812,01
Atibaia – R$ 357.188,23
Avaré – R$ 4.652.617,29
Bananal – R$ 2.681.297,81
Barra Bonita – R$ 3.143.960,08
Batatais – R$ 3.287.914,38
Bertioga – R$ 8.115.850,41
Bragança Paulista – R$ 7.570.064,37
Brotas – R$ 3.159.896,69
Caconde – R$ 2.684.953,22
Campos do Jordão – R$ 4.969.743,29
Campos Novos Paulista – R$ 2.594.522,58
Cananéia – R$ 2.760.401,82
Caraguatatuba – R$ 10.340.049,31
Cunha – R$ 2.641.710,02
Eldorado – R$ 2.609.721,07
Embu das Artes – R$ 5.606.985,86
Guaratinguetá – R$ 4.435.006,30
Guarujá – R$ 22.772.578,32
Holambra – R$ 3.030.513,45
Ibirá – R$ 2.712.119,67
Ibitinga – R$ 3.051.870,25
Ibiúna – R$ 4.075.405,80
Igaraçu do Tietê – R$ 2.714.653,11
Iguape – R$ 2.762.551,15
Ilha Comprida – R$ 3.452.194,17
Ilha Solteira – R$ 2.751.578,36
Ilhabela – R$ 4.182.145,24
Itanhaém – R$ 6.223.700,15
Itu – R$ 8.296.793,14
Joanópolis – R$ 2.674.727,08
Lindóia – R$ 2.703.930,68
Mongaguá – R$ 4.893.144,64
Monte Alegre do Sul – R$ 2.687.609,85
Morungaba – R$ 2.678.240,65
Nuporanga – R$ 2.639.237,53
Olímpia – R$ 4.177.964,07
Paraguaçu Paulista – R$ 3.095.123,10
Paranapanema – R$ 2.971.282,51
Pereira Barreto – R$ 2.760.675,33
Peruíbe – R$ 4.833.441,51
Piraju – R$ 3.010.237,12
Poá – R$ 10.154.564,74
Praia Grande – R$ 20.121.443,42
Presidente Epitácio – R$ 2.856.478,77
Ribeirão Pires – R$ 4.830.648,92
Salesópolis – R$ 2.642.944,09
Salto – R$ 5.408.663,16
Santa Fé Do Sul – R$ 3.237.493,41
Santa Rita do Passa Quatro – R$ 3.051.474,04
Santo Antônio do Pinhal – R$ 2.656.216,28
Santos – R$ 39.006.941,87
São Bento do Sapucaí – R$ 2.668.877,25
São José Do Barreiro – R$ 2.584.184,60
São Luiz do Paraitinga – R$ 2.672.651,97
São Pedro – R$ 3.331.803,89
São Roque – R$ 4.345.313,76
São Sebastião – R$ 10.761.941,19
São Vicente – R$ 11.406.811,18
Serra Negra – R$ 3.609.276,25
Socorro – R$ 3.296.016,22
Tremembé – R$ 3.352.270,35
Tupã – R$ 3.742.360,40
Ubatuba – R$ 6.215.417,38